Oração pode mudar tudo.

Amigos e família,
Em primeiro lugar, queremos dizer que estamos bem. Nós vemos muitas notícias chocantes sobre o corona vírus nas favelas e no Rio de Janeiro. As consequecias da difusão rapída do vírus são grandes, tanto nas aldeias quanto nas favelas. Muitas famílias aqui, estão com grandes dificuldades por causa da pandemia. Muitas famílias nas favelas são autônomos, dependendo de pagamentos diários, então, nesse tempo, não estão tendo nenhuma entra. Infelizmnte, muitas pessoas estão com mais medo da pobreza e da fome, do que do vírus mesmo.

Graças às muitas doações, os pacotes de alimentos podem ser distribuídos para as famílias em extrema necessidade, até 600 famílias por mês podem ser ajudadas!
Fotógrafo: Felipe Jonsson, 2020
Ler mais

Protegidos durante a viagem à aldeia …

Hoje, eu gostaria de agradecer, agradecer a todos que oram por nós! O trabalho que nós fazemos é uma grande batalha, o qual é impossível sem oração! Nós nos sentimos carregados nos braços durante nossa viagem para a aldeia.

No nosso caminho indo para a aldeia, à 20 km da entrada, uma parte do nosso carro quebrou, a parte que conecta o volante as rodas, ou seja, a parte da faz você controlar o seu carro. Então perdemos todo o controle do carro. O carro saiu da rodovia, e capotou algumas vezes e parou em uma fazenda, a alguns metros da rodovia. Tremendo e chocados, saímos completamente ilesos de nosso carro.

Continue lendo “Protegidos durante a viagem à aldeia …”

Processo de crescimento na região Amazônica

Graduada!

Eu, Christa, completei a escola de diagnóstico e tratamento de Malária. Completada essa escola na JOCUM, eu poderia apenas trabalhar acompanhada de algum microscopista. Nós tivemos uma oportunidade especial como estudantes: Nós pudemos fazer a prova no Laboratório Central de Saúde Pública – Lacen. Esse teste é composto de uma parte teórica em português e uma parte prática, na qual nós poderíamos mostrar que nós estamos treinados para diagnosticar e tratar Malária sem uma supervisão. Agora eu posso dizer com muita alegria que eu passei neste teste e recebi meu certificado de Microscopista. Isso significa que eu posso legalmente trabalhar e ajudar pessoas em áreas endêmicas de Malária. Toda glória e gratidão a Deus!

Agora com essa escola completada, eu trabalho na parte da manhã no laboratório da base da JOCUM em Porto Velho. Nesse laboratório, pessoas da região, ribeirinhos e indígenas, vem para fazer o teste para saber se estão com a doença ou não.

Nesse mês nós tivemos um número grande de pessoas diversas etnias, por volta de 50 pessoas, esses grupos estão participando de um programa para aprender como traduzir a bíblia para sua própria língua. Para esse grupo de pessoas, estudantes e professores, precisamos também cozinhar diariamente café, almoço, janta e lanches. Nós como obreiros da base, servimos também na limpeza e cozinhando para esse grupo.

COLLAGE MALÁRIA

Escola Bíblica de Oralidade – EBO

Nosso plano era que o Lucas iria fazer a escola bíblica de oralidade como estudante, mas tivemos uma pequena modificação. Os líderes da escola convidaram o Lucas para trabalhar na escola como um membro da equipe, dando aulas e também caminhando com os alunos. Ele está muito feliz por poder novamente trabalhar durante todo o dia com a bíblia, estudando e também explicando. Temos dois homens (pai e filho) de uma tribo de indígena da etnia Sanoma e uma mulher da etnia Suruwahá. Português não é a primeira língua deles e isso faz com que a escola seja ainda um desafio maior por ter que explicar a bíblia de uma maneira contextualizada e para que eles consigam entender. Isso dá ao Lucas a oportunidade de aprender muito sobre a cultura oral. Na cultura oral eles aprendem através da repetição, contando histórias e experiências de vida. Isso faz a escola ter muitas aulas criativas e práticas, como por exemplo construir um tabernáculo e experimentar isso juntos. Eles agora estão no Novo Testamento. Os Sanoma já têm essa parte da bíblia em sua própria língua, em áudio e escrito.

COLLAGE BIJBELSCHOOL

Carro

Nós estamos muito felizes que o Lucas foi aprovado na prova do Detran na primeira vez. Nós também gostaríamos de compartilhar com vocês que conseguimos um carro, uma caminhonete antiga, mas que nos supre em nossos desafios. Um missionário que vive aqui na base estava vendendo esse carro. Depois de uma conversa aberta sobre nossas finanças, e o quanto já tínhamos na nossa poupança, esse casal estava feliz em vender esse carro para nós. Desse jeito eles poderiam estar ajudando outros missionários e sendo uma benção para nós. Nós conseguimos até agora pagar um pouco mais da metade do valor desse carro e nós fizemos um trato para pagar o resto do dinheiro mensalmente. Nós podemos pagar mensalmente o que se encaixar dentro das nossas entradas, não colocamos um valor fixo. Esse era um carro com uma manutenção barata e também muito econômico por ser a diesel, também é 4×4, o que é algo muito importante para se fazer viagens aqui nessa área. Também por ser um carro alto, nos ajuda a andar por aqui no período da chuva, onde parte das rodovias estão normalmente alagadas. Nós estamos muito agradecidos e felizes porque podemos sair sem preocupações, de uma forma segura e barata. O carro também nos ajuda muito em diversas atividades da base: pegando doações, buscando times que vem para servir na base e etc…

O carro é uma grande ajuda para a base, mas também é uma grande benção para nós como família. Depois de um período de seis meses sem poder sair da base, agora podemos sair sem preocupações, ter tempos juntos como casal e também agora podemos frequentar uma igreja.

COLLAGE CAR

Notícias sobre o bebê

Agora também, com o carro, podemos ir checar como está tudo com o bebê de uma forma mais prática. Nós conseguimos fazer a última consulta do pré-natal e confirmar que o bebê está crescendo bem e de forma saudável. Nós estamos esperando um menino saudável, grande e forte. Agora nós estamos já com 26 semanas, já posso sentir o bebê se mexendo e se esticando dentro da minha barriga. Maravilhados, estamos tendo o prazer de experimentar esse milagroso processo de crescimento do nosso filho.

Nós estamos felizes porque também conseguimos comprar nossas passagens para nossa próxima viagem para a Holanda. Nossa viagem será em dezembro após o nascimento do bebê, que nascerá em Porto Velho, voltaremos apenas em março. Nesse tempo iremos ter férias e passar um tempo com a nossa família, mas também esperamos ter um bom tempo com a igreja na Holanda e com a base da JOCUM. Teremos lá um período de quase três meses. Mas antes disso, viajaremos para Rio de Janeiro por volta de uma semana antes da viagem para a Holanda, pois fica mais fácil fazer a viagem dessa forma, onde esperamos também ter um tempo com nossa igreja, família e base da JOCUM, da qual fazemos parte aqui no Brasil. Nós estamos orando e esperando que teremos um excelente tempo com nossos amigos e familiares e também para sermos capazes de compartilhar como tem sido nosso tempo aqui na região amazônica e que em tudo sejamos direcionados pelo nosso Senhor.

Ore por nós:

  • Para que consigamos desenvolver nossas atividades aqui na base de forma sá
  • Por nós como casal, e pelo crescimento desse novo membro da famí
  • Pelo carro que compramos e que possamos cumprir com o desafio de pagar ele mensalmente.
  • Pela nossa viagem para Holanda: para que possamos conseguir marcar com igrejas e grupos que queiram nos receber par podermos compartilhar o que Deus tem feito aqui no Brasil.

Deus te abençoe!

Nova vida

Sendo uma família

Nossa cozinha que estava quase que caindo em pedaços, agora é um espaço limpo para fazer nossas refeições. As paredes que estavam cheias de mofo, têm agora uma nova camada de tinta. E as paredes desbotadas estão transformadas em um novo vermelho. É uma grande diferença na aparência da casa, mas também é um espaço mais saudável. Nós temos uma amável casinha onde nós podemos estudar, relaxar e onde nós podemos ser uma família.

Quando o Lucas terminou a pintura da última parede, ele disse rindo para mim: Então, você poderia ficar grávida, em uma casa limpa? Depois de uma inesperada náusea, nós decidimos fazer o teste. Depois de dois minutos, que pareciam horas esperando, eu disse com um pouco de vergonha para o Lucas que ele iria se tornar pai. Não tinha palavras saindo da minha boca. Agradecidos e felizes, nós estávamos nos abraçando, e felizes porque iriamos nos tornar papai e mamãe! Estávamos agradecidos a Deus por esse milagre, relembrando de quando o médico me disse que eu não poderia ter filhos de uma forma natural e agora isso está acontecendo de uma forma natural. Antes do nosso casamento, eu compartilhei isso com o Lucas e ele me perguntou seu acreditava em nosso grande Deus, que já fez muitos milagres em minha vida. Sim, era minha reposta. Agora, novamente, Deus permite nos alegramos com os Seus milagres bondosos. Nós conseguimos ver o bebê no ultrassom: 13 semanas e ele já tem todos os dedinhos. Também o cérebro, rins, e coração estão se desenvolvendo bem. Felizes nós olhávamos para a tela, que nos mostrava um bebe saudável se movendo na minha barriga

Voltando para a sala de aula

Eu estava nervosa para primeiro dia de aula, estudando em uma nova língua. Eu estou feliz que nossa sala é um pequeno grupo de 3 alunos. Por causa disso é uma atmosfera calma na sala que me ajuda a concentrar melhor. Eu preciso admitir que na sexta-feira à tarde minha cabeça está explodindo depois de uma semana de aulas em português, mas eu estou agradecida e feliz que eu posso participar dessa escola. Mesmo que seja difícil, eu gosto disso. A primeira semana, as classes estavam focadas em uma visão bíblica de cuidados com a saúde e como aplicar isso em diferentes culturas (cosmovisão e espiritualidade). A segunda semana nós tivemos aulas sobre as células sanguíneas e as suas características dentro do seu corpo, seguido com o ciclo do desenvolvimento do parasita da malária em nosso sangue. Para aprender sobre as células bem, nós entramos diretamente em um tempo prático com o microscópio. Nós precisamos desenhar no papel qual célula nós vemos em diferentes formatos. Por causa disso nós podemos ver depois claramente a diferença (e não cometer erros) o que é o parasita da malária e o que é uma célula sanguínea. Eu preciso confessar que descobri uma paixão. Eu sempre tive uma fraqueza pela área da saúde, mas agora ser capaz de estudar o sangue é maravilhoso: como Deus criou isso, como o sangue transfere tudo que nosso corpo precisa e lutar pela nossa saúde. Eu tenho poucas palavras para descrever quão especialmente lindo é ser capaz de participar dessa escola. Descobrir mais das grandezas de Deus, e depois poder ajudar pessoas com sua saúde.

Lucas estava ajudando na manutenção da base enquanto estou fazendo a escola. Esse time existe de homens missionários que moram aqui na base que constroem e mantém tudo na base. Mas também pensam em manter as ruas da base limpas de plantas, grama e árvores que estão crescendo muito. Lucas teve muita dor no ombro no qual ele fez a cirurgia. Ele foi ao médico para checar e parece que ele tem uma inflamação. Isso significa que ele precisa bem mais tempo para se recuperar: 30 dias de descanso, mais algumas sessões de fisioterapia e antibióticos. Também Lucas teve alguns exames internos por causa de uma inflamação que ele tem nos intestinos, infelizmente sem resultados. Provavelmente é a doença de Crohn. Baseado nos sintomas, mas para isso mais exames vão ser feitos. Agora ele está com um tratamento temporário que vai tirar os sintomas mais pesados. Depois de uma semana ele vai novamente voltar ao médico.

Acessibilidade

Enquanto isso Lucas também está passando pela fase teórica para tirar a carteira de motorista, e ele já começou com as aulas práticas. Nós esperamos que o mais rápido possível podemos ter o nosso próprio carro para nos mover, ir ao mercado, médico e etc… Aqui na base de Porto Velho as estradas são muito ruins. As ruas são de barro com muitos buracos. Um carro normal para a cidade quebra facilmente. Certamente depois do período de chuva, muitos carros têm problemas no motor. Por causa disso aqui não existe ônibus, taxi ou Uber para base. É um pouco perigoso e distante para ir de bicicleta: uma hora de bicicleta em uma estrada deserta no meio da mata onde algumas pessoas já sofreram assalto. Nesse momento só tem um motorista de Uber que quer vir na base para pegar as pessoas e trazer de volta. Mas infelizmente ele precisa calcular quase o dobro do preço o que faz os custos mensais ficarem um pouco altos. Por isso Lucas está sempre indo à cidade de bicicleta para ir a autoescola ou ao médico. Nós iremos trabalhar na região amazônica, nós sabemos que vamos passar por situações como essa, todo tempo. Portanto, nós estamos procurando e pensando por uma sabia e boa decisão para essa situação, não somente para agora, mas também para o futuro.

Nós gostaríamos que você pudesse orar conosco, por esses pontos:

  • A saúde e o crescimento do bebê.
  • Paciência e sabedoria para continuar os estudos.
  • A saúde do Lucas, para que os médicos possam achar o correto tratamento.
  • Uma sabia e boa decisão para podermos nos mover para fora da base.

 

Deus te abençoe!

Mudando da cidade para a natureza

Foto van ons nieuwe huis
“No próximo ano nós iremos começar limpando e reformando”, era o que nós tínhamos planejado para o mês de janeiro. Nós tínhamos em nossa mente que iriamos reformar e limpar uma casa na base da JOCUM Carioca. O ombro do Lucas sofria de uma luxação já alguns anos, e por causa disso ele tinha uma dor constante. Quase todos os dias tínhamos médico, o que ficou um pouco caro por causa das passagens dos ônibus. Nós sabíamos que a melhor coisa era sair da base e ir para a casa dos pais do Lucas, que é próxima a clínica. 
Foi um milagre acharmos um médico que quisesse fazer a cirurgia tão rápido. Depois dos cinco dias de repouso pedido pelo médico, nós podíamos viajar na noite do dia sete de fevereiro para Porto Velho. Isso foi perfeito, porque já tínhamos comprado nossas passagens por um preço muito barato. Tudo se encaixou com um quebra-cabeças, isso não poderia ser nada mais que o plano e a orientação de Deus.
 
Foto van het ziekenhuisbed van Lucas
 
Foi bom que pudemos ficar na casa dos pais do Lucas durante esse processo de idas ao médico e cirurgia. Foi um tempo abençoado, para nós e para os pais do Lucas. Lucas trabalha em missões por alguns anos, mas ele sempre trabalhou em favelas no Rio de Janeiro. Para os pais deles sempre foi possível visita-lo de ônibus ou de carro. Agora nos mudamos para Porto Velho, é como se tivéssemos saído do país. Da grande cidade do Rio de Janeiro para a área amazônica. Para nos visitar não é tão fácil porque são mais de 5 horas de viagem de avião. Então foi um lindo presente que os pais dele nesse tempo tenso puderam estar com ele.
 
Eu estava nervosa para a viajem de avião: porque o Lucas tinha acabado de fazer a cirurgia no ombro. O braço dele estava com uma tipoia, porque ele não pode absolutamente usar o ombro por três semanas. Aeroportos e aviões estão sempre muito cheios de pessoas que não prestam muito atenção e sempre estão com pressa, minha cabeça estava cheia de ideias de acidentes que poderiam ocorrer. Lucas, por outro lado, estava muito calmo, “nós vamos sair e entrar no avião por último e nada vai acontecer”. Sem nenhum problema, nós aterrissamos por volta de meia noite em Porto Velho, onde alguém da base iria nos buscar. Não tinha ninguém lá para nos buscar e o Lucas disse: “Esteja preparada porque se algo acontecer, nós vamos dormir aqui no aeroporto. Em uma parte do aeroporto nós fizemos um espaço para nós. Parecia muito confortável: em meio a nossa bagagem e algumas cadeiras nós abrimos nossos sacos de dormir com nossos travesseiros dentro. De manhã cedo nós acordamos com uma ligação da líder da base: ela estava preocupada por causa da situação inacreditável que nós ainda estávamos no aeroporto. O marido dela veio diretamente para o aeroporto para nos buscar.
Foto van de plek waar Lucas en Christa op het vliegveld hebben geslapen
 
A primeira noite tivemos o culto semanal. Vimos diferentes testemunhos de diferentes tribos. Eles vêm para a base para traduzir a bíblia para o seu próprio dialeto. No outro dia no café da manhã, nos caminhamos com algumas pessoas para pessoas para uma parte da base, no meio da floresta. Nós chegamos em lindo lago, a agua parecia um espelho e estava cercado de diferentes tons de verde. Em português e no próprio dialeto foi lida a passagem da bíblia sobre o batismo de Jesus. Depois disso nós fomos testemunhas do batismo em um lago de pessoas de uma tribo. Uma voz feminina louvava a Deus, acompanhada da voz de crianças, cantando sua própria música em sua própria língua. Foi muito simples, puro e lindo.
Foto van het groene meer waarin gedoopt werd Foto van de doop in het groene meer
 
Temporariamente nós ficamos no “hotel” da base. Isso foi bom; começar no mesmo quarto que ficamos no ano passado, dois meses atrás, durante nossa viagem para Lábrea. A base nos ofereceu uma pequena casa de madeira onde nós podemos ficar. Novamente, Deus tem nos abençoado ricamente dando nos uma casa, um lugar onde podemos ser uma família e onde podemos estudar. A casa é um pouco antiga e estava vazia por um tempo, por isso nós vamos gastar nosso tempo livre pintando e reformando a casa. Essa semana vai começar o curso de português: três horas de estudo por dia de português. Nas manhãs eu vou ajudar na cozinha. Mulheres na cozinha: onde pode ter mais conversas do que aqui? Agora eu vou trabalhar e aprender português. Lucas foi pedido para ajudar algumas crianças, que são de algumas tribos e estão aqui na base, com o dever dele de casa. Porque ele já está quase terminando a faculdade de matemática, ele pode ajudar as crianças com suas dúvidas escolares. Nós dois estamos muito animados como podemos fazer coisas que gostamos e qualidades e crescer com isso, aqui em nossa nova casa.
 
Com carinho,
 
Christa & Lucas 

2018: um ano de preparo e treinamento

Tem sido um lindo e especial ano cheio de bênçãos. A celebração do nosso casamento, nós fomos abençoados com uma pequena a salvo em Parada de Lucas, nós fomos capazes de estudar a bíblia com os anciãos e jovens, ensinando nas igrejas e nas casas das pessoas. Também, nós podemos desfrutar das crianças durante as atividades da base.

Durante nossa viagem missionária pela Amazônia, nós conseguimos explicar a bíblia através do método indutivo. Nesse momento Deus confirmou nos nossos corações que esse é o nosso chamado: trabalhar na região Amazônica. Como você já sabe, nós não podemos simplesmente ir para lá. Para poder trabalhar na Amazônia, nós devemos primeiros nos preparar para trabalhar com educação e algumas coisas práticas. Portanto nós vamos nos mudar na primeira semana de fevereiro para a base da JOCUM em Porto Velho – Rondônia. Continue lendo “2018: um ano de preparo e treinamento”

Relatório da viagem

Primeiras impressões

Antes de irmos para dentro da região Amazônica, nós primeiro tivemos um dia de palestras na base da JOCUM – Jovens Com Uma Missão, em Porto Velho – RO. Para aprender como ensinar em três dias, o que já tínhamos aprendido durante três meses na nossa Escola de Estudos Bíblicos, mas de forma clara, simples e prática.

Depois de horas de viagem de ônibus, nós chegamos na base da JOCUM em Lábrea – AM, daqui nós viajamos rio acima de barco. Continue lendo “Relatório da viagem”